best loan available, consumer loan calculator, good online loans

Por: Pamylla
25.09.2013 • Significados

Tatuagens de caveira

Tatuagem de Caveira

A caveira habita o imaginário humano desde as primeiras civilizações, possuindo diversos significados no decorrer da história e, apesar das controvérsias que envolvem esse símbolo, ela é um clássico no mundo da tatuagem. Neste texto você irá compreender todo misticismo, o significado que está por trás deste desenho.

Misticismo e poder

O crânio humano já foi usado por diversas culturas, possuindo conceitos diferentes de acordo com o contexto, a época, a religião e as tradições dos povos. Apesar disso, os significados recorrentes desse símbolo estão ligados ao misticismo, ao poder e à morte.

Para os celtas, a caveira representava a morada da alma, a habitação do divino no humano. Toda a importância dada a essa parte do corpo pode ser comprovada pela descoberta de crânios em restos de oferendas, nos poços sagrados e nas entradas dos templos.

Para a mitologia nórdica, o céu foi feito da cabeça do gigante Ymir, derrotado pelo deus Odin, que recebia oferendas de esqueletos de animais pendurados em árvores. Também entre os bárbaros, escandinavos e alemães era costume o uso de crânios de inimigos como taças em rituais de celebrações de batalhas vitoriosas.

Do outro lado do mundo, no continente da Oceania, a posse da caveira dos inimigos derrotados era importante para algumas tribos nativas, cujos guerreiros eram conhecidos como “caçadores de cabeças”, como por exemplo os caçadores de Borneo e também o comércio de cabeças Maori. Os crânios serviam como troféus para os guerreiros, enfeitavam escudos e faziam parte de rituais místicos.

Na mitologia grega, a caveira é associada à lenda da caixa de Pandora e, para a alquimia, é símbolo sagrado da última transmutação humana: a morte. Na umbanda, o Exu Caveira é a entidade guardiã de catacumbas, sepulturas e mausoléus, e vigia os espíritos errantes.

Nas histórias da mitologia hindu, a deusa Kali, deusa da criação, preservação e destruição, que representa a grande mãe de onde tudo vem e pra onde tudo retorna, tem o pescoço adornado por cabeças de demônios derrotados. Os discípulos da deusa recorrem a ela para obter uma morte tranquila.

Nas tradições da cultura ocidental o crânio também é um símbolo importante, sendo que, até o século passado, eram comuns as peregrinações aos locais onde se encontravam as cabeças de santos católicos e muitos crânios e ossos ainda são conservados em igrejas como relíquias religiosas, principalmente das católicas.

No México, a caveira pode ser vista nos cultos de adoração à figura da Santa Muerte, ídolo que resulta de uma mistura de crenças pagãs e cristãs, e que por não ser aceita pela religião oficial é muito popular entre traficantes, drogados, alcoólatras e homossexuais. A Santa Muerte recebe os pedidos tradicionais por proteção, amor e boa sorte, mas também garante vingança contra inimigos e uma morte indolor a seus fiéis.

Nas bandeiras de navios piratas, as caveiras eram conhecidas como Jolly Rogers, e alertavam de longe o perigo que se aproximava, causando terror nas tripulações dos outros navios. Este símbolo, bastante conhecido por todos, tem uma história bem interessante.

A bandeira “Jack” (como ficou conhecida a bandeira entre os piratas) era uma parte importante da vida marinha: os navios ostentavam suas bandeiras nacionais quando se aproximavam de outras embarcações para afastar os inimigos e atrair os amigos. Muitos tiveram Jacks de batalha que eram erguidas como sinal de que estavam se aproximando para brigar. Imagina-se que os piratas hasteavam bandeiras nacionais ou de nações estrangeiros como maneira de se aproximarem de surpresa da presa, porém, quando conseguiam e preparavam-se para a abordagem, a nacional era então substituída pela Jolly Roger, para que a vítima soubesse que estava perdida e que não deviam esperar misericórdia dos bandidos. Para muitas fontes sobre o assunto, isto era mais um blefe do que verdade, pois os piratas confiavam muito em sua fama para intimidar suas presas e saqueá-las sem que oferecessem muita resistência.” – Texto retirado do Wikipedia.

Artes

A caveira sempre fez parte do mundo das artes. O crânio teve grande importância na Idade Média, em um período em que guerras, fome, miséria e a peste assolavam a humanidade e a morte, literalmente, rondava as pessoas – o que não deixou de ser retratado em gravuras, pinturas e esculturas. As caveiras também serviam de instrumento moral da igreja, lembrando os homens de levarem uma vida correta a fim de garantirem sua entrada no céu – o que poderia se dar a qualquer momento. Uma das filosofias da época, sempre repetida pelos monges, era o Memento Mori ou “lembre-se que vai morrer”, um alerta para a proximidade da morte.

Essa máxima foi retomada com força durante o período das artes conhecido como o Barroco. Em meio à Reforma Protestante, o homem se via dividido entre as velhas e as novas crenças: de um lado a igreja usava as caveiras como forma de lembrar o homem da morte e do dever de cumprir suas obrigações como fiel para garantir uma boa vida após a morte; do outro, as igrejas reformadas denunciavam o luxo dos papas e da igreja através da arte conhecida como Vanitas ou vaidade, feita de elementos que aliavam símbolos da efemeridade da existência com outros ligados aos prazeres humanos. Entre os artistas importantes da época estão Dürer e Caravaggio.

Rock, moda e cultura pop

A partir da década de 1960, a figura do crânio humano foi posta a serviço da contracultura e do questionamento de valores. A precursora desse novo significado para o símbolo, foi a banda Grateful Dead, ícone dos ideais da época, que usou um desenho de caveira na capa de seu disco Skull and Roses. Desde então, os ossos foram adotados por roqueiros do mundo todo como sinal de rebeldia. As caveiras podem ser vistas também nos quadrinhos, em personagens como o vilão Caveira Vermelha ou o herói Punisher, e em filmes como Indiana Jones.

Recentemente, a moda se apropriou do crânio e o transformou em ícone fashion. O símbolo, que podia ser visto como marca registrada de criações de estilistas como Alexandre Herchcovitch e Alexander McQueen e em jaquetas de motoqueiros, se tornou comum nas ruas vestindo os mais diferentes tipos de pessoas.

Tatuagem de caveira

Tatuagem

As tatuagens de caveiras apresentam muitas formas, nos estilos tradicional americano e new school normalmente são acompanhadas de tatuagens de rosas e outras figuras. As mais populares, ultimamente, são as caveiras mexicanas, bastante alegres e coloridas. Aparecem em massa no Dia dos Mortos no México, como forma de homenagear os parentes que já se foram e celebrar a vida.

A caveira na tatuagem, além dos diversos significados que pode conter, representa, para grande parte dos tatuados, o lembrete da nossa condição mortal, de como devemos aproveitar melhor nossa curta existência e de que, no fim, somos todos iguais. Com várias conotações no decorrer do tempo, a caveira pode dar origem aos mais variados desenhos, fazendo parte da história, da arte, religiões, tradições e filosofia, cumprindo o ideal de levar a reflexão sobre assuntos que fazem parte da experiência de todos nós.

Fontes: José Valter | Jolly Roger | Portalesdoceu | Aliena Gratia | Eneida Verri

VN:F [1.9.22_1171]
Deixe seu voto!
Rating: 4.5/5 (176 votes cast)
Tatuagens de caveira, 4.5 out of 5 based on 176 ratings
TattooTatuagem

Siga o Tattoo Tatuagem!

Gostou do post? Então assine a nossa Newsletter e receba todas as atualizações no seu e-mail!

9 Comentários

  1. Ótimo artigo, muito completo.
    Tenho uma caveira mexicana e estou pensando em novas tattoos.
    Parabéns pelo site

  2. Nossa!
    Que linda essa primeira caveira, mas será que não tem uma versão feminina dela?! Queria fazer uma casal de caveiras, um cada perna! E adorei essa *¬*

  3. Marco Felipe Oliveira Biroli

    Cara excelente texto, eu possuo 4 tatuagens, sendo que elas totalizam no total 6 caveiras tatuadas… Porém para mim, um significado pessoal, a caveira representa um símbolo de igualdade, não distinguindo Raça, Cor, Sexo nem idade! No fundo, independente de como a pessoa seja, gorda ou magra, branca ou negra, homem ou mulher, são todos caveiras!

  4. isso ai gostei…

  5. Karollyne Ferreira

    Quero fazer uma segunda tatuagem e adoro caveiras.

  6. adorei o comentario ,e fazer pate.

  7. SHEILA MACIEL

    MUITO LINDA ESSA PRIMEIRA CAVEIRA ESTOU INDO FAZER UMA IGUAL HOJE AMOO TATU

  8. glaucielle dias

    mais do que nunca quero tatuar uma caveira

  9. PEDRO MAZEBO SKULL

    eu gosto bastante de caveiras e é por isso que me batizei como SKULL

Deixe seu comentário

*